Você está visualizando atualmente Sidney Leite entrega documento do  Movimento Emancipalista do Amazonas a Rodrigo Maia

Sidney Leite entrega documento do Movimento Emancipalista do Amazonas a Rodrigo Maia

A vontade de dezenas de comunidades e distritos do Amazonas que já possuem critérios necessários para se tornarem municípios, do Movimento Emancipalista, foi entregue, em forma de documento, pelo Deputado Estadual Sidney Leite, nas mãos do Presidente da Câmara Federal e pré-candidato à Presidência da República, deputado federal Rodrigo Maia, na noite de sexta-feira, dia 11, durante evento político que reuniu lideranças comunitárias e população em geral, no Dulcila Festa e Convenções, em Manaus.

O documento entregue é da Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital Emancipalista do Amazonas (Faddeam), representado pelo seu coordenador J Lee, no evento.

Na ocasião, o deputado federal Rodrigo Maia falou que será colocado em pauta o Projeto de Lei PL 137/2015, que trata das anexações, incorporação, desmembramento, fusão e criação de novos municípios no País, na próxima terça-feira, dia 15.

Sidney Leite defende que a proposta do Movimento Emancipalista é mais do que justa. “Temos um Estado de dimensões continentais, mas que tem um vazio de ocupação. Nós temos alguns distritos que têm viabilidade, não só do ponto de vista de população, mas, principalmente, viabilidade econômica para a criação de alguns municípios”, declarou.

Sidney Leite também ponderou enfatizando que é necessário retomar a autonomia da Assembleia para a discussão, de forma efetiva, com parâmetros, critérios, para que não seja feita uma farra de criação de municípios. “É necessário aprofundarmos essa discussão e aproveitamos para entregar essa pauta, junto ao representante e lideranças desse movimento, aqui do Estado, para o presidente da Câmara Federal, para que ele possa ter a sensibilidade e incluir isso na pauta daquela Casa”, finalizou.

No documento entregue estão apenas nomes de 14 distritos do Amazonas que poderão ser beneficiados.

 

Deixe um comentário