Luiz Castro cobra responsabilidade do Governo com o limite de gastos

Luiz Castro cobra responsabilidade do Governo com o limite de gastos

Durante a Sessão Plenária desta quarta-feira (17), realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado Luiz Castro (Rede) falou sobre sua preocupação a respeito do limite prudencial de gastos impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a prática constante do Governo do Estado em firmar contratos sem licitação. O parlamentar citou como exemplo de contrato entre o Executivo e a Clínica Prodimagem, que, segundo Castro é de propriedade da esposa do atual titular da Secretaria de Saúde (Susam), Orestes de Melo Filho.

Anúncios

“Ou você é empresário, ou você é gestor público”, disse o deputado, afirmando ainda que situações como essa não podem mais ser admitidas.  Castro falou que esses conflitos de interesses mostram como está caótica a situação das contas e contratos firmados pelo governo; com número grande de contratos sem licitação e sem o conhecimento, por parte da população, dos valores acordados.

“Não estou aqui querendo ofender o governador Amazonino Mendes (PDT), mas isso é, no mínimo, antiético”, declarou, concluindo que o governador afirma ser dono de grande experiência administrativa, porém o mesmo está demonstrando que tanta experiência “está a serviço do descontrole da máquina pública”.

Deixe um comentário