Fantástico denuncia escândalo na saúde do Amazonas nos governos Omar, Melo e Amazonino

Fantástico denuncia escândalo na saúde do Amazonas nos governos Omar, Melo e Amazonino

O Amazonas mais uma vez foi destaque na imprensa nacional. O Programa Fantástico da Rede Globo mostrou na noite de domingo (08) o pagamento indevido de serviços de saúde para desembargadores, seus familiares, políticos e personalidades do Amazonas pela SUSAM nos anos de 2012 a 2016, nos governos de Omar Aziz e José Melo.

Foram pagos R$ 4,5 milhões ao Sírio-Libanês (SP), um dos hospitais mais caros do Brasil.

O Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) e o Ministério Público de Contas (MPC) investigam o caso.

Apesar da atual gestão, de Amazonino Mendes, emitir nota divulgando que as acusações dizem respeito à gestões anteriores e que está colaborando com as investigações, faltou a justificativa em relação as pessoas que apareceram na reportagem, em filas intermináveis, de madrugada, informando que estão há tempos tentando conseguir consultas e tratamento médico.

Ou será que as gravações eram antigas e de outras gestões também?

Respostas para perguntas que não querem calar

Nos bastidores dizem que a matéria teve dedo de um parlamentar federal famoso por conseguir pautar o Fantástico todo ano de eleição.

Aliados do Senador Omar Aziz (PSD) creditam a matéria ao Senador Eduardo Braga (MDB), e acreditam que a rixa entre os dois deve ter desdobramentos ainda mais sérios. Os próximos capítulos dirão.

Fica claro que há nos bastidores uma guerra para inviabilizar pré-candidaturas já lançadas. Se por um lado a matéria do Fantástico mira Omar Aziz, ao mesmo tempo fortalece o grupo que defende a candidatura de Rotta ao governo.

Dá-se inicio à guerra entre Omar e Amazonino pelo governo do Amazonas.

Quem mais ganhou e perdeu na janela partidária

No Amazonas 16 parlamentares aproveitaram a janela partidária que se encerrou na última sexta-feira (06) para mudar de partido.

Entre os que mais saíram fortalecidos estão o PSDB do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, o PSB de Serafim Corrêa e o PHS do presidente da Câmara de Vereadores de Manaus, Wilker Barreto.

Entre os maiores perdedores estão o MDB de do Senador Eduardo Braga e o Pros de Henrique Oliveira e do ex-governador, hoje preso, José Melo. 

Dança das cadeiras

Confira quem aderiu aos partidos:

PSDB: Deputada federal Conceição Sampaio e vereadora Therezinha Ruiz.

PSB: Presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado estadual David Almeida e deputado estadual Platiny Soares.

PHS: Quatro vereadores, Felipe Souza, Marcel Alexandre, Roberto Sabino e Rosinaldo Bual.

PP: Deputado federal Átila Lins e seu irmão o deputado estadual Belarmino Lins.

PDT: Deputados estaduais Wanderley Dallas e Vicente Lopes.

PSD: Deputado Sidney Leite.

PRP: Deputado estadual Doutor Gomes.

PV: Deputado estadual Orlando Cidade. 

O deputado Dermilson Chagas ainda faz mistério sobre o partido que se filiou. Segundo a assessoria de imprensa o parlamentar espera o momento oportuno para divulgar sua nova morada.

Braga é hostilizado por professores em Barreirinha

Circula na internet um vídeo no qual o senador Eduardo Braga (MDB) é chamado de “inimigo da educação” na cidade de Barreirinha (AM), onde esteve no último dia (06) para a inauguração de uma emissora de rádio da família do prefeito local, Glênio Seixas (MDB).

Braga estava na companhia dos deputados federais Gedeão Amorim (MDB) e Átila Lins (PP). 

Vanessa recebe o título de cidadã de Itacoatiara

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) é a mais nova cidadã de Itacoatiara. A comenda aprovada pela Câmara Municipal de Itacoatiara foi entregue em solenidade no último sábado (07).

Durante a entrega do título de cidadã itacoatiarense, Vanessa disse que estava orgulhosa e honrada em se tornar filha de Itacoatiara.

Peixada com David

A aproximação do PCdoB de Vanessa com o PSB de David Almeida fica cada dia mais explícita.

Ontem os pré-candidatos ao Senado e ao Governo do Amazonas estiveram juntos no bairro Morro da Liberdade, reunidos com lideranças e ainda segundo publicação no Facebook de Vanessa, “batendo um papo descontraído com a comunidade e saboreando um delicioso tambaqui assado ao som de Raízes Caboclas.”

Lava Jato já atingiu 14 partidos

Em quatro anos nas ruas, a Lava Jato já investigou mais de cem políticos, entre eles o presidente da República, ex-presidentes, ministros de Estado e caciques de partidos.

Políticos de 14 legendas diferentes (…), do PT, PSDB e MDB, foram investigados e denunciados neste período. Os que têm direito ao foro privilegiado, no entanto, têm escapado de pedidos de prisão.

(…) Além de PT, PSDB e MDB, foram alvos da Lava Jato políticos do PTC, PSB, SD, PR, PPS, PP, DEM, PC do B, PRB, PTB e PSD.

Coringão na cadeia

A PF autorizou Lula a assistir ao jogo do Corinthians.

Dentro da cela, porém.

O herdeiro de Lula

Joaquim Barbosa está em segundo lugar nas pesquisas encomendadas pelo PSB, atrás apenas de Jair Bolsonaro.

No segundo turno, acrescenta Sonia Racy, ele “ganha tanto de Bolsonaro quanto de qualquer nome indicado por Lula”.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

.

Deixe um comentário